Conheça a História da GLMPI

A Grande Loja Simbólica Soberana para o Estado do Piauí foi fundada em 13 de novembro de 1948 e legitimamente constituída em 09 de dezembro daquele mesmo ano pelas Augustas e Respeitáveis Lojas Simbólicas Mestre Higino Cunha nº 01, Pátria e Liberdade nº 02 e Costa Araújo nº03.

Teve como primeiro Grão-Mestre o Sereníssimo Irmão Dr. Antônio de Castro Franco e como Grão-Mestre Adjunto o Eminente Irmão Dr. Álvaro Alves Ferreira e uma diretoria de 23 cargos que sob a proteção e inspiração do Grande Arquiteto do Universo estabeleceram, decretaram e promulgaram a primeira Constituição pela qual se regeria a Grande Loja Simbólica Soberana para o Estado do Piauí, com o objetivo propagar princípios que garantiriam a moral e a razão; a obediência e a disciplina.

Sob a nova denominação de Grande Loja Maçônica do Piauí, esta potência maçônica tem se consolidado perante a maçonaria regular e universal como uma organização Maçônica Soberana e Independente, com Governo e responsabilidade Dogmática, Ritualística e Administrativa.

Atualmente é administrada pelo Sereníssimo Irmão Pedro Alexandre de Carvalho Mota e o Eminente Irmão Marcos Ferreira Lima e sua Alta Administração é composta por 45 cargos preenchidos exclusivamente por Mestres Maçons e Instalados.

Sua jurisdição abrange todo o território do Estado do Piauí no qual há 44 Lojas Jurisdicionadas, ativas e regulares.